Seleção Documental - nº 45

Sobre

Editorial

Atualmente, vem se intensificando as pesquisas direcionadas à procura de meios computacionais para verificação e interpretação de dados de informação. Em diversas áreas do conhecimento, e, principalmente, na indústria onde existe o compromisso de entregar ao consumidor um produto de alta qualidade, a precisão nas análises de sinais de informação reflete nos acertos de tomadas de decisão. Desta forma, temos resultados benéficos para a produção. Portanto, é de primordial importância o aprimoramento nas técnicas e nos métodos de análises de sinais armazenados em banco de dados ou apresentados em fluxo obtidos em tempo real. Para se alcançar este aprimoramento é necessário, primeiramente, a construção de modelos matemáticos e depois a elaboração de simulação através de técnicas e de ferramentas computacionais.

Nesta Edição n. 45, a Revista Seleção Documental traz três importantes artigos que tratam de modelagem matemática e análises de dados de informação por meio de inovadoras técnicas computacionais. No primeiro trabalho, o autor apresenta uma modelagem matemática de sistemas de equações Diferenciais Ordinárias Autônomas e não Lineares que possibilita modelos neurais otimizados de sistemas de tratamento de dados. Segundo o autor, o principal objetivo desta metodologia é a obtenção de uma abordagem na qual o modelo neural de atuação no sistema dinâmico seja mais simples.

No segundo artigo, os autores apresentam uma simulação de um polinômio Interpolador de Lagrange através de um simulador computacional (MatLab). Vários testes foram desenvolvidos no Simulador demonstrando que, apesar do seu aspecto didático o programa computacional do Interpolador de Lagrange pode ser muito útil para auxiliar na modelagem de sistemas de tratamento de dados. Os autores mostram também alguns casos de utilização pratica para ilustrar e justificar o uso dessa contribuição matemática.

No terceiro e último artigo desse volume, os autores apresentam uma estrutura computacional que foi construída para detectar a média móvel de valores armazenados em bancos de dados dinâmicos. No artigo, os autores mostram que a estrutura computacional da extração da média móvel foi elaborada com algoritmos extraídos de uma lógica não clássica denominada de lógica Paraconsistente. Segundo os autores, esta técnica permite tratamento de dados com informações mesmo contraditórias. Ao final deste artigo os autores mostram que a análise dos sinais com a estrutura paraconsistente apresentou bons resultados com custo computacional baixo.

Neste numero 45, a Revista Seleção Documental em seu papel de documentar as pesquisas na área de Inteligência Artificial no Brasil entra em seu décimo segundo ano de publicação ininterrupta e assim guarda em suas publicações um precioso acervo que podemos comparar a um tesouro na forma de conhecimento, obtido durante todos esses anos por pesquisadores tanto brasileiros como do exterior.

Prof. Dr. João Inácio da Silva Filho